Seguidores

CIED

CIED

terça-feira, 31 de março de 2015

Bom Sucesso PB acumula 102,5 mm de chuva em março, Segundo a AESA; Veja as cidades da região




COM LEOMARQUE PEREIRA
Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA), as chuvas acumuladas no mês de março de 2015, nos dez municípios que formam a microrregião 89 do estado somam um total de 1.742,1 mm. Em Bom Sucesso PB, segundo a autarquia, o acumulado já passa dos 102,5 mm.
VEJAM O RESULTADO POR CIDADE:
1. Belém do Brejo do Cruz – 212,9 mm;
2. Bom Sucesso – 102,5 mm;
3. Brejo do Cruz – 194,6 mm;
4. Brejo dos Santos – 211,00 mm;
5. Catolé do Rocha – 200,9 mm;
6. Jericó – 111,1 mm;
7. Mato Grosso – 134,1mm;
8. Riacho dos Cavalos – 241,7 mm;
9. São Bento – 181,2 mm;
10.São José do Brejo do Cruz – 152, 1 mm.
A NOTICIA BOM SUCESSO PB
Leia Mais ››

Câmara aprova redução da maioridade penal para 16 anos na CCJ

A sessão da CCJ teve também a participação de manifestantes favoráveis à PEC (Foto: Renan Ramalho/G1)

Manifestantes contrários à redução da maioridade penal protestam na sessão da CCJ (Foto: Renan Ramalho/G1)

CCJ da Câmara aprova proposta que reduz maioridade penal

Comissão de Constituição e Justiça decidiu que PEC poderá tramitar.
Texto ainda terá de passar por comissão especial e plenário da Câmara. 

Renan RamalhoDo G1, em Brasília
Manifestantes contrários à redução da maioridade penal protestam na sessão da CCJ (Foto: Renan Ramalho/G1)Manifestantes contrários à redução da maioridade penal protestam na sessão da CCJ (Foto: Renan Ramalho/G1)
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou nesta terça-feira (31) a admissibilidade da proposta de emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal no Brasil de 18 para 16 anos. Trata-se do primeiro passo para o andamento da proposta na Casa, no qual os deputados avaliam que o texto está de acordo com a própria Constituição.
O placar da votação na CCJ foi de 42 deputados favoráveis à PEC e 17 contrários.
O texto permite que jovens com idade acima de 16 anos que cometerem crimes possam ser condenados a cumprir pena numa prisão comum. Hoje, qualquer menor de 18 anos que comete algum crime é submetido, no máximo, a internação em estabelecimento educacional.
A sessão da CCJ teve também a participação de manifestantes favoráveis à PEC (Foto: Renan Ramalho/G1)A sessão da CCJ teve também a participação de manifestantes favoráveis à PEC (Foto: Renan Ramalho/G1)
Para avançar, a proposta agora precisa passar pela análise de uma comissão especial de deputados, que analisam o mérito (conteúdo) da PEC. Essa fase deve durar 40 sessões, que leva aproximadamente dois meses.
Se aprovada na comissão, a proposta vai ao plenário, onde são exigidos 308 votos, do total de 513 deputados, para aprovação, em duas votações. Depois, a proposta precisa passar pela CCJ do Senado e mais duas votações no plenário, onde são exigidos 49 votos entre os 81 senadores.
A PEC foi apresentada em agosto de 1993 e ficou mais de 21 anos parada. Neste ano, a CCJ da Câmara retomou as discussões, encerradas nesta terça após várias tentativas de adiamento por parlamentares contrários, em minoria na comissão.
Nesta terça, deputados do PT, PC do B e PSOL, os maiores críticos, tentaram mais uma vez impedir a votação, por meio de manobras para alterar a ordem dos trabalhos da CCJ. Como estavam em minoria, no entanto, foram derrotados nas votações desses pedidos.
Na sessão também estavam presentes manifestantes contrários e a favor da PEC. Eles carregavam faixas e cartazes e gritavam palavras de ordem. Não houve tumulto.
Ação ao Supremo
Após a aprovação da admissibilidade, parlamentares do PT, contrário à proposta, disseram que vão preparar uma ação a ser apresentada ao Supremo Tribunal Federal para impedir o andamento da proposta no Congresso.
Com base em decisões anteriores da Corte, eles citam trecho da Constituição que impede que seja “objeto de deliberação” proposta tendente a abolir direitos e garantias individuais. “Ainda temos tempo de fazer um mandado de segurança e o faremos. E temos apoio de importantes juristas, como Dalmo de Abreu Dallari, Alexandre de Moraes e José Afonso da Silva”, disse Alessandro Molon.
Discussão
A liderança do governo se manifestou contra a PEC, mas boa parte dos deputados de partidos formalmente aliados ao Planalto votaram a favor. Os líderes do PRB, PSD e PR, por exemplo, orientaram os deputados a votarem a favor da PEC. Na oposição, pediram votos pela admissibilidade da proposta líderes do PSDB, DEM e SD. PMDB, PDT e PROS liberaram a bancada. Votaram contra PT, PC do B, PSOL, PPS e PSB.
O sistema penitenciário brasileiro é uma escola do crime. 70% dos que passam pelo sistema prisional voltam a cometer crimes. Quando falamos do sistema infracional, a reincidência é de 20%"
Deputado Orlando Silva (PC do B-RJ)
Falando pelo governo, o deputado e ex-ministro do Esporte Orlando Silva (PC do B-RJ) tentou convencer os colegas a votar contra a redução da maioridade.
“70% dos países do mundo têm a maioridade penal a partir dos 18 anos. Uma modificação causará estranheza por parte dos países mais avançados, das democracias mais maduras, que aprenderam a respeitar os direitos humanos. O sistema penitenciário brasileiro é uma escola do crime. 70% dos que passam pelo sistema prisional voltam a cometer crimes. Quando falamos do sistema infracional, a reincidência é de 20%”, argumentou o ex-ministro.
Na tentativa de rejeitar a admissibilidade, o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) também argumentou que levar um jovem para o sistema penitenciário poderá torná-lo mais violento. “Vamos seguir o exemplo do mundo, onde o conjunto de políticas sociais para infância, adolescência e juventude, tem sim reduzido o conflito com a lei desses jovens”, disse.
Na mesma linha, o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) disse que é importante aperfeiçoar outras políticas de recuperação de jovens infratores. “Os problemas brasileiros têm que ser resolvidos num outro plano. Queremos discutir o Estatuto da Criança e do Adolescente, estamos inclusive reunindo assinaturas para adequações. Essa temática, ainda que possa prosperar na CCJ, não prosperará no plenário dessa Casa nem no Senado”, disse o petista.
O relator da proposta, Tadeu Alencar (PSB-PE), também contrário, argumentou que a idade de 18 anos prevista pela Constituição para a maioridade penal é uma cláusula pétrea, isto é, uma regra que não pode ser mudada pelo Congresso.
“A vítima tem, sim, o direito de ver o seu algoz punido. (...) O que é permitido pela Constituição é que haja modulação entre esses dois direitos individuais"
Deputado Evandro Gussi (PV-SP)
“Trata-se de uma garantia individual, que assegura ao adolescente ser considerado inimputável. Tal garantia decorre do princípio da dignidade humana e cuida de proteção da infância e da adolescência, um dos fundamentos do Estado Democrático de Direito”, afirmou Alencar.
Favorável à proposta, o deputado Evandro Gussi (PV-SP) argumentou que a maioridade penal deve ter uma “modulação” para se adequar ao direito da vítima de ver punido seu agressor. “A vítima tem, sim, o direito de ver o seu algoz punido. Há sim um direito fundamental à persecução penal por parte da vítima. O que é permitido pela Constituição é que haja modulação entre esses dois direitos individuais”, afirmou o deputado.
Também favorável à PEC, o deputado Marcos Rogério (PDT-RO) afirmou que a proposta busca reduzir a impunidade contra atos de violência. “Essa admissibilidade não vai prejudicar quem faz as coisas certas. Não estamos colocando jovens na cadeia. Vamos fazer com que aqueles que cometem crimes não tenham certeza da impunidade, só isso”.
Outro deputado favorável, Evandro Cherini (PDT-RS) disse que a mudança pode diminuir a certeza da impunidade. “É uma tentativa de que essa mudança possa, quem sabe, diminuir, através do medo do crime, a certeza da impunidade, que a sociedade toda tem. A sociedade comete crime porque tem certeza que vai ser impune. Quem é que tem a bolinha de cristal para dizer que vai ficar pior. Eu estou no time do Tiririca: ‘Pior que tá não fica’. É só cumprir a lei, fazer as coisas certas. Eu não quero colocar nenhum jovem na cadeia, acho que é horrível.”
Também a favor da redução, Felipe Maia (DEM-RN) disse que essa posição é “majoritária nas ruas”. Ele disse que a medida não exclui a necessidade de prover ensino em tempo integral, para prevenir a criminalidade entre jovens, e a reforma do sistema prisional, para efetivamente recuperar criminosos. “Isso que o Brasil e esta comissão deseja há 22 anos”, afirmou.
G1
Leia Mais ››

Policiais Militares de Jericó e Mato Grosso Cumpre Mandado de Prisão


Na manhã dessa Segunda Feira 30 de Março de 2015 duas guarnições da Policia Militar das cidades de Jericó e Mato Grosso sob comando dos Sargentos Valdebam, CB Valdery, SD Eder e SD Cícero realizaram uma abordagem e efetuaram a prisão de um elemento.

O fato foi registrado por volta das 11:20 minutos da manhã, onde constava um mandado de prisão em desfavor de Joseildo Pires de Oliveira, de (34) anos de idade, auxiliar de serviços gerais, solteiro, residente na Rua Projetada no conjunto Canaã em Jericó.

Após a prisão, a PM conduziu o acusado para 8* DRPC em Catolé do Rocha e entregue ao Delegado plantonista para as providencias dentro da forma da Lei.

Eli Cavalcante Blog Panorama Noticias.Net 
Leia Mais ››

GRAVE ACIDENTE MATA TRÊS SERVIDORES DO GOVERNO DO ESTADO DO RN NA BR-304



                                         
























Na tarde de hoje 30/03 aconteceu mais um acidente na BR-304, entre as cidades de Angicos e Fernando Pedroza, as informações dão conta de que no acidente envolveu um veículo tipo Gol de cor branca, com faixas do Governo do Rio Grande do Norte.

De acordo com informações morreram no local três Funcionários da SIN, Secretaria de Infraestrutura, que estavam voltando de Mossoró, onde realizaram levantamento sobre unidades prisionais daquela cidade.
As vítimas eram servidores da Secretaria de Infraestrutura e foram identificadas como Ana Beatriz Lima Câmara, arquiteta, Rodolfo Campos Cavalcanti, engenheiro e Maxuel Barbosa de Araújo, motorista do veículo.

De acordo com a PRF, o carro do governo, derrapou na pista por causa da chuva e invadiu a faixa contrária, batendo de frente com a caminhonete, uma S10.

No gol viajava quatro pessoas, três morreram e uma está gravemente ferida. Na S10, as duas pessoas que estavam na caminhonete sofreram ferimentos leves. O acidente aconteceu às 15h45 no Km 151 da BR-304..


fonte: focoelho


Leia Mais ››

Polícia identifica líder da quadrilha morta em tiroteio com policiais no RN


A Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) do Rio Grande do Norte, informou na manhã desta segunda-feira (30) que líder da quadrilha investigada na operação Hefesto, conduzida pela Divisão Especial de Investigação e de Combate ao Crime Organizado (Deicor) da Polícia Civil do estado, está entre os mortos do confronto entre policiais e criminosos que ocorreu no último domingo (29), na cidade de Currais Novos, na região do Seridó potiguar.

De acordo com as informações da Sesed, Isaías Leandro Lopes seria o líder de uma organização criminosa que promovia assaltos a bancos e explodia caixas-eletrônicos. Além dele, um homem identificado como João Batista Nunes da Silva e outros cinco que ainda aguardam identificação, foram mortos em confronto com integrantes da Polícia Civil e do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (BOPE).

Segundo a delegada Danielle Filgueira, da Deicor, a operação Hefesto investigava a organização há dois meses. Ainda segundo a delegada, a Polícia Civil recebeu a informação de que a quadrilha estaria preparando uma ação na região do seridó entre o sábado (28) e o domingo (29).

De acordo com a polícia, os homens estavam em dois carros e quando viram os policiais abriram fogo. Os policiais reagiram. No interior dos veículos, foram encontrados explosivos e armas de fogo de diversos calibres, entre elas pistolas, revólveres e escopetas de calibre 12.

Além dos integrantes mortos, dois membros da quadrilha foram presos. João Maria da Rocha foi preso logo após a troca de tiros, em Currais Novos. Ele se identificou como taxista e que havia sido sequestrado pelo grupo e obrigado a dirigir, porém sua participação no grupo criminoso foi confirmado pela Polícia Civil. Enquanto isso, Kleiton Carrol Gomes de Albuquerque foi preso em Natal. Também segundo a polícia, Kleiton armazenaria armas para o grupo na capital potiguar.

Em entrevista a reportagem do RN TV 1ª Edição, a delegada Danielle Filgueira afirmou que as investigações devem continuar, uma vez que a quadrilha ainda tem mais membros. O grupo é suspeito de participar de ações criminosas em cidades do interior do Rio Grande do Norte e em outros estados.
Kleiton Albuquerque foi preso suspeito de armazenar armas para a quadrilha (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

*Do G1
Leia Mais ››

domingo, 29 de março de 2015

Fotos Mostram Falta de Infraestrutura em PSF de Brejo dos Santos PB



Fotos enviadas por moradores de Brejo dos Santos PB mostram falta de infraestrutura no PSF 02.
De acordo com a denúncia, na sala de esterilização servindo como depósito, em outra imagem vê-se lixo contaminado dentro do PSF.








As imagens mostram infiltrações no ar-condicionado, descarga do bojo sanitário quebrado, rachaduras e falta de telhas em partes do telhado, e cartão de vacina improvisado .

Domício Filho- PanoramaNotícias.Net
Leia Mais ››

Do Blog Panorama Noticias: O PAU QUEBROU; Dois Homens brigam em Bar e terminam detidos em Bom Sucesso

Foto Ilustrativa


Por volta das 18:00 horas desse Domingo 29 de Março de 2015 foi registrado uma ocorrência Policial de Natureza vias de fatos, o moído aconteceu no Bar Xique Xique que fica no centro da cidade de Bom Sucesso PB.


Segundo informações de uma guarnição da Policia Militar sob comando do Sargento Hélio nos informaram que dois homens se envolveram numa briga onde os mesmos foram detidos e encaminhados para a Destacamento de PM de Bom Sucesso para serem realizados os primeiros procedimentos.

Eli Cavalcante 


Fonte: PANORAMA NOTICIAS
Leia Mais ››

Deicor e BOPE trocam tiros com homens armados em Currais Novos deixa pelo menos 7 mortos

De acordo com as informações apuradas pelo Blog Sidney Silva, os homens que estavam em dois carros, quando viram os policiais abriram fogo. Houve o revide por parte dos policiais. No interior dos veículos, foram encontrados diversos explosivos e muitas armas de fogo de diversos calibres, sendo pistolas, revólver e escopetas de calibre 12.Policiais do Bope e da Divisão Especial de Investigação e de Combate ao Crime Organizado – DEICOR tiveram intenso confronto com assaltantes de banco na BR 226, entrada de Currais Novos. O fato se deu por volta das 2 horas da madrugada deste domingo (29).
Um homem foi capturado. Ele disse que era taxista e que estava sendo sequestrado pelo bando e que foi obrigado a dirigir um dos carros.
Um dos homens mortos foi identificado como Isaias. Ele já tem passagens pelo Presídio Alcaçuz. O documento que estava em seu poder, era falso.
A Delegada Danielle Filgueira, deve se pronunciar ainda neste domingo, ou na segunda-feira, sobre o assunto.
homens mortos em confronto com a POlícia e Currais Novos
Homens mortos em confronto com a Polícia e Currais Novos 
 
Por Sidney Silva/Imagens disponibilizadas no Whatsapp
Leia Mais ››

sábado, 28 de março de 2015

Jovem teria usado Facebook para ameaçar explodir escola e matar 17 crianças na Paraíba

Polícia Civil

Na rede social, o jovem excluiu a postagem relatada em denúncias, mas colocou outras mensagens que, por meio de comentários, indicavam o que ele teria escrito anteriormente
Um jovem foi denunciado na polícia suspeito de postar mensagens no Facebook com ameaças de que iria explodir uma bomba para matar 17 alunos de uma escola de São Francisco, no Sertão, a 429 quilômetros de João Pessoa. A postagem foi removida do perfil do rapaz, mas as aulas dessa sexta-feira (27) foram suspensas na instituição. Até o começo da tarde deste sábado (28), ele era procurado.


Após as postagens, a polícia local disse que recebeu denúncias de várias pessoas que ficaram assustadas com a possibilidade de uma tragédia. Os pais dos alunos foram a escola buscar os filhos e retirá-los da instituição com medo.

A Companhia de Polícia Militar em São Francisco atendeu ao chamado das pessoas e localizou a casa do suspeito. O rapaz mora na cidade e, segundo os pais dele, teria problema psiquiátrico e sofreria de esquizofrenia. Os pais teriam informado aos policiais que ele teria se recusado a tomar o medicamento de uso contínuo; apesar disso, o jovem não foi encontrado em casa.

Um boletim de ocorrência foi registrado na Polícia Civil em Sousa na noite dessa sexta-feira (27) para que as providências sejam tomadas. Segundo a Polícia Civil, a delegada que deve dar procedimento ao caso, na segunda-feira (30), é Patrícia Fernandes.

No Facebook, o jovem pode ter excluído a postagem relatada em denúncias, mas colocou outras mensagens que, por meio de comentários, indicavam o que ele teria escrito anteriormente.

"Tô correndo risco de vida", postou. No comentário, uma pessoa escreveu: "A gente só planta o que colhe não foi vc que ia matar 17 crianças..." (sic).

Em outra postagem, o jovem disse que um hacker teria invadido a conta dele no Facebook.


Postagem com ameaça de bomba foi removida, mas outras indicavam que ela realmente existiu
Foto: Postagem com suposta ameaça de bomba foi removida, mas outras indicavam que ela pode ter existido
Créditos: Reprodução/Facebook
 Portal Correio

Leia Mais ››