Seguidores

CIED

CIED

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Prefeito de Jericó fecha escolas e demite contratados e comissionados


Exoneração é a palavra mais comentada nesta semana no centro de conversas do meio político na cidade de Jericó, Paraíba. O governo municipal começa a colher os primeiros resultados de sua política impopular.

Segundo informações colhidas pelo Sertão Nosso, o atual prefeito do município Cláudio Oliveira (DEM), realizou medidas que foram anunciadas pela administração municipal pretendendo conseguir o tão esperado fôlego desde o início da crise nacional. O chamado “pacote de maldades” está sendo comentado na cidade. 

Neste embrulho duas medidas já foram colocadas em prática nesta segunda-feira (14). A primeira foi com os funcionários contratados pela prefeitura de Jericó, que vinham trabalhando em vários setores da atual gestão pública municipal. Eles foram demitidos e ainda tiveram seus contratos rescindidos sob alegação de que o prefeito precisa arrumar a casa. Alguns cargos comissionados também foram afetados por este corte.

A segunda maldade praticada foi à medida considerada mais drástica. Cláudio Oliveira determinou o fechamento de cinco escolas da zona rural, entre elas, Recanto II, Saquinho, Monte Flor, Carneiro e Vertentes. Com o fechamento destes colégios os alunos serão transferidos para outras unidades. Já os professores contratados foram demitidos e os concursados serão transferidos para outra sede.

Segundo apurou a nossa redação, ainda foi determinado pelo gestor um comunicado aos funcionários que trabalham na prefeitura que o expediente de trabalho para todos os empregados deve acontecer no horário das 7h às 12h30. Caso o trabalhador não cumpra o horário definido, será o mesmo demitido por justa causa.

Dois pesos e duas medidas
Assim revelou um funcionário que não quis se identificar expondo que o gestor se utiliza de dois pesos e duas medidas deixando intocáveis os cargos indicados por apadrinhados políticos ligados à administração em troca de apoio à reeleição do mesmo.

Fonte: Site Sertão Nosso

Nenhum comentário:

Postar um comentário