Seguidores

CIED

CIED

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Morre agente de trânsito atropelado durante blitz da Lei Seca em JP

Diogo foi atropelado durante blitz da Lei Seca

Morreu, no início da noite deste domingo (22), o agente de trânsito Diogo Nascimento, de 34 anos, que foi atropelado por um carro de luxo durante a madrugada de sábado (21), no bairro do Bessa, em João Pessoa. Ele sofreu traumatismo craniano extenso e trauma torácico, conforme o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, para onde foi socorrido. 
O óbito foi confirmado pela assessoria de imprensa da unidade de saúde. Conforme nota oficial, novos exames foram realizados e comprovaram a ausência de fluxo cerebral. O óbito foi declarado pela equipe médica às 18h. O hospital havia aberto protocolo de morte encefálica pela manhã.  
Diogo Nascimento era servidor do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) e comandava uma blitz da Operação Lei Seca na Avenida Governador Argemiro de Figueiredo quando foi atingido por um Porsche que trafegava em alta velocidade. O motorista fugiu sem prestar socorro, mas, devido ao impacto da batida, a placa do veículo caiu na pista e foi apreendida pelas autoridades.
A Justiça chegou a decretar prisão temporária do motorista, mas a ordem de prisão foi suspensa pelo desembargador Joás de Brito Pereira Filho, que concedeu habeas corpus ao suspeito. Na decisão, ele considerou que a prisão seria desnecessária, pois o condutor do Porsche "é réu primário e tem bons antecedentes". No documento, ele condiciona o suspeito a algumas medidas, como se apresentar às autoridades nos próximos dias para prestar esclarecimentos. O motorista também teve Carteira de Habilitação recolhida e não poderá frequentar bares. 
De acordo com o delegado Marcos Paulo, que cuida do caso, o suspeito deve ser indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar). Para o policial, o motorista "quis passar por cima de Diogo, de acordo com provas e relatos colhidos até o momento". 
Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário