Seguidores

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Professora tem dedo decepado quando separava briga de dois alunos em escola de Brejo dos Santos

Um fato lamentável e revoltante que escancara as condições de perigo iminente que é submetidos toda a classe do magistério foi registrado na manhã de ontem (29) na Escola Estadual Diva Guedes de Araújo da cidade de Brejo dos Santos.
A professora Ildete Maria da Silva que trabalha há muitos anos na educação da cidade, teve parte do dedo indicador da mão direita decepado quando tentava impedir que um aluno que havia sido suspenso voltasse a entrar na sala de aula.
De acordo com informações de familiares da professora, Ildete havia pedido para que o aluno brigão saísse da sala, feito isso, o aluno teria tentado retornar à sala sendo impedido pela professora.
De acordo com a família, no momento em que ela conversava com o aluno com o dedo na porta sem ter noção do que sucederia, um colega estava na sala, amigo do que estava fora, correu em direção a porta, batendo com o corpo na mesma, a porta fechou-se de vez sem que desse tempo da professora tirar os dedos. Nesse momento, Ildete teve o dedo indicador da mão direita prensado sendo decepado na hora.
Após o fato, a professora foi encaminhada ao hospital São Lucas para procedimentos médicos.
O jornalismo do portal IN1 falou por telefone com a diretora da Escola, Francisca Alves da Silva, informou que soube do fato praticamente na mesma hora pela própria vitima. Ela disse que Ildete teria ido em sua residência e narrado detalhadamente o fato.
A gestora disse acreditar que não houve maldade na atitude do aluno que empurrou a porta, Francisca acredita em uma fatalidade, pois segundo ela, o aluno teria tentado fechar a porta para o colega não entrar na sala, versão diferente apresentada pela família da professora. A diretora explicou que tomou as providências cabíveis e fez todos os procedimentos possíveis dentro da legalidade, como por exemplo, a convocação dos pais e a transferência dos alunos envolvidos para outra escola. Os dois tem 10 anos de idade e residem no Bairro Alto do Cruzeiro.
Francisca de Noinho disse que comunicou a ocorrência a 8ª Gerencia Regional de Educação e foi pessoalmente a sede do Conselho Tutelar de Brejo do Santos para fazer o mesmo, porém não teria encontrado nenhum membro de plantão.
A professora Ildete se recupera em casa. A família informou ao IN1 que ela se encontra muito abatida.
Por Edivan Veras  IN1
Foto: Reprodução/Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário