Seguidores

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Bando usa torcedores do Fla como escudos humanos e explode agência bancária da Paraíba

 http://portalcorreio.uol.com.br/obj/82/127872,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0.jpg

Dez pessoas ainda comemoravam em um bar a vitória do time carioca na Copa do Brasil, quando foram rendidas por oito homens armados; a mesma agência já tinha sido alvo dos bandidos em janeiro
Três caixas eletrônicos foram danificados durante a explosão da agência do Banco do Brasil da cidade de Arara (a 103 quilômetros de João Pessoa), no Agreste paraibano, na madrugada desta quinta-feira (28), conforme informações do sargento Fernandes, do Destacamento de Polícia Militar daquela cidade. O policial informou que pelo menos 10 pessoas, que estavam bebendo em um bar em frente à agência,  foram feitas de ‘escudo humano’.
O sargento revelou que oito homens fortemente armados chegaram em um veículo Chevrolet Montana, de cor prata, por volta das 02h10. Pararam o veículo e foram em direção ao bar. No momento, ainda haviam vários torcedores rubro-negros no local, comemorando o final da Copa do Brasil. 
- No bar tinha cerca de dez pessoas que estavam comemorando a vitória do Flamengo. Todas foram feitas reféns e os bandidos levaram todo mundo para frente do banco onde fizeram uma espécie de ciranda, tipo um ‘escudo humano’. A ação durou cerca de oito minutos. Em seguida, os reféns foram liberados sem ferimentos – comentou o sargento.
O policial militar disse que a potência dos explosivos destruiu a estrutura física da agência. “O prédio ficou quase 100% destruído. Os moradores acordaram assustados com a potência das bananas de dinamites”.
Segundo o sargento Fernandes, o bando fugiu com destino à vizinha cidade de Remígio. Diligências foram efetuadas, mas ninguém foi preso. Esta é a segunda vez este ano que a mesma agência virou alvo dos bandidos. A primeira explosão ocorreu em janeiro.
Portas foram quebradas
Foto: Portas foram quebradas
Créditos: Reprodução/Portal Arara
Policiais militares no local da explosão
Foto: policiais militares no local da explosão
Créditos: Reprodução/Portal Arara
Parte interna da agência Foto: Parte interna da agência
Créditos: Reprodução/ Jaceline Marques


Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário